terça-feira, 6 de julho de 2010

Descoberta!



Aqui está, em primeira mão, a notícia que vai abalar o mundo e fazer correr tinta na Nature, na Science & Vie e no Almanaque Borda d'Água. Após extensas centenas de horas de observação, o Gato está em condições de afirmar que há formigas que não se interessam por açúcar.


A aturada investigação foi um resultado inesperado tal como a invenção do mata-borrão, da descoberta da penicilina ou a popularidade da vuvuzela. Com início após a manifestação de formigas no WC do castelo, pretendia-se apenas perceber a proveniência das convidadas para lhes aplicar doses massivas de formic... (ahaaam!...) para lhes dar as boas-vindas protocolares.
Para a formação do cortejo despejou-se um pacotinho de açúcar dos Cafés Delta (com receitas culinárias no verso) a um canto do WC, contando-se com o conhecido voraz apetite dos Formicidae (Wikipedia dixit) pela iguaria.

E eis que, surpresa das surpresas!, apesar de terem sido observados indivíduos da espécie a deleitar-se sobre o montinho de açúcar, o esperado cortejo não se completou.
Esta enorme descoberta científica, de enorme rigor e cuidado tratamento, é capaz de afirmar cabalmente que há formigas que não se interessam por açúcar. Por outro lado, ainda não fomos capazes de descobrir o que lhes interessa (especialmente passeando-se elas por um WC).

Os autores do presente estudo (eu!) colocam as seguintes hipóteses em cima da mesa:

- Formiga Previdente, tipo "mas que grande monte de açúcar que aqui está, é melhor não lhe tocar porque quando a esmola é muita o pobre desconfia";

- Formiga Transmontana, tipo "não sou muito amante de doces, o que eu gosto é de uma Bola de Bragança com azeite e enchidos diversos com um tintinho maduro a acompanhar";

- Formiga Light, tipo "açúcar não, que engorda, não há antes por aí um talo de aipo, para mais estamos no Verão e eu quero usar bikini";

Apesar de todas estas hipóteses, os autores alimentam uma remota esperança que esta nova formiga prefira alimentar-se de pequenas gorduras ressequidas depositadas em cantos inacessíveis da fritadeira.

16 comentários:

Mirian Martin disse...

Acho que suas formigas são aparentadas das minhas. O que descobri, junto a um pintor que vai fazer a fachada da minha casa, é que elas gostam de se alojar nas paredes, muito provavelmente por conta da umidade (no meu caso, cozinha e muro em que se enrosca a minha hera). Fora isso, vez ou outra elas passeiam pela cozinha, mas nunca se arriscam muito, porque sabem que eu sou a "louca do inseticida". :)

Qualquer outra descoberta, avise-me!

beijinhos

TERESA SANTOS disse...

Curvo-me perante tão magnífica descoberta. Mas não, não acredito em nenhuma dessas hipóteses. As "infiltradas" andam à procura (ou a fugir?) de uma coisa bem diferente...

Carla disse...

Fartei-me de rir com o post :))

Parabéns pela descoberta, és um bom candidato a um prémio nobel :)

R. disse...

@Mirian Martin:

Aqui mora também um louco do insecticida, com ideias maquiavelmente mefistofélicas, urdindo armadilhas aos pequenos artrópodes que ousam invadir o Castelo. ;)

R.

R. disse...

@TERESA SANTOS:

Toda a razão tens, minha querida. Descobri que todas as hipóteses estavam erradas. Preparei uma emboscada com um copinho de iogurte sujo (sabor morango) e elas caíram no truque. Exterminei-as que nem formigas.

R.

R. disse...

@Carla:

Muito bem vinda por cá.
Julgo, na verdade, estar bem mais próximo do Prémio Ignóbil. :)

R.

Caia disse...

Temos cientista :)

R. disse...

@Caia:

Bem vinda também! :)
Temos, pois! :)

R.

Elisa no blog disse...

Aqui no Japão existe um produto muito bom. Vc coloca pertinho das formigas, elas levam o veneno para o ninho e dias depois somem todas e nunca mais aparecem. Mandei para uma amiga na Tailândia e lá funcionou tb.
Elisa

R. disse...

@Elisa no blog:

Bomba-relógio transportável por formigas!

Estes japoneses são mesmo fantásticos na miniaturização! :)

Beijo, Elisa!

R.

Storyteller disse...

A ideia do suicídio colectivo das formigas agrada-me! Será que a Elisa poderia mandar cá para casa umas belas doses do produto?

Gostei de ver o Método Cartesiano posto em prática. Muito bom!

:D

R. disse...

@Storyteller:

Não é garantido que funcione cá. As formigas podem ter a alma portuguesa de não-alinhados.

Ah!, estes racionalistas... :)

R.

masquediabo disse...

Experimente outra marca em vez de Delta.

R. disse...

@masquediabo:

Não é preciso.
Copinho de iogurte sujo, aroma de morango. Resultados em poucas horas garantidos! ;)

Volta sempre!

R.

Erika Freitas disse...

Formigas são estranhas. Eles devem ter realmente desconficado da montanha de açúcar, ou então, não gostam das coisas fáceis, gostam de lutar pelo alimento, sabe?! rs.

R. disse...

@Erika:

É. Assim tem mais sabor! rsrsr

R.