segunda-feira, 25 de janeiro de 2010

Discernindo (ou fazendo por isso)

Balanço entre alegre e incrédulo, entre a vontade e a dúvida, entre a certeza e a perplexidade.

É certo que a minha perspectiva levou um abanão. Levantaram-se os lençóis que protegiam do pó mobílias antigas, jorrou o sol pelas janelas encardidas do sótão.

Luto duramente cá dentro em busca de uma resposta que, sei bem, pecará por incompleta se partir só de mim.

Preciso de te falar. Sem pressa, sem horas, sem relógio. Longamente, como eu gosto e sei que gostas também. E, desta vez mais do que nunca, com as cartas todas na mesa, sem pó nas entrelinhas.

A semana promete ser longa.

6 comentários:

Sininho disse...

o truque para fazer o tempo passar rapido é ocupa-lo com muitas coisas para fazer, sejam elas importantes ou nao :)
beijo bom, fica bem

A Senhora disse...

Minha opinião: às vezes a indecisão, ou o cuidado para tomar algumas decisões importantes, fazem com que uma oportunidade prá lá de importante se perca.
Por outro lado, ser precipitado em algumas coisas tem o mesmo efeito.
:))
Portanto, converse, mesmo!! :)

Beijinhos

R. disse...

@Sininho:

O trabalho é uma boa maneira de refocar as ideias, é certo.

Beijinho,

R.

R. disse...

@A Senhora:

Sem dúvida!

R.

Daniel Silva (Lobinho) disse...

Fiat Lux, amigo R. Fiat Lux. :)
Gostei muito de kler este post em particular. Só nao racionalizes demais.

Abraço

R. disse...

Curioso, muito curioso.

Fiat lux é o título da "primeiríssima" mensagem aqui n'O Gato do Castelo.

Mas, e como já deves ter constatado, o latim agora já é diferente. Alea jacta est!