quarta-feira, 17 de junho de 2009

Som & significado

Há palavras assim, onde o significado se associa à música.

Há palavras assim, que possuem o condão de exprimir de maneira límpida uma ideia ou um estado.

Há palavras assim, existindo em muitas línguas mas ganhando numa em particular toda uma expressividade que nas outras não encontra.

"Overwhelmed".

É isto mesmo.
Não adianta traduzir por "afogado" ou "sobrecarregado". Não dá, não resulta. Escusam de ir ao dicionário de francês ou espanhol: já lá fui.

"Overwhelmed" descreve-me bem nestes dias. Tem tudo: tem o significado, tem a ideia, tem o meu estado, tem o som e o canto.

"Over-" é o prefixo perfeito: começa com uma vogal grave, fechada, quase gutural. O "-v-" num sopro leva essa vogal a abrir-se (mas não muito) numa outra. "O-" é pronunciado numa nota mais grave e fraca e prossegue num crescendo contínuo de tom e de intensidade escalando até "-er-". Auge, nirvana alcançado, onda que cresceu, que se sobrepôs e está prestes a rebentar.

Rápido, apressado e pesadão, "-whelmed" cai-nos em cima. Não nos dá hipótese, não tentem sequer fugir. "-whelmed" está cá para nos esmagar, repentinamente, de chofre, obstinadamente, sem direito a réplica, tão peremptório como o cofre ou o piano de cauda que cai em cima do actor no filme mudo. Podem até tentar abrir o "-ed", à americana, que só resulta num assertivo ponto final, dizendo-nos "Acabou! Estás feito!".

Há palavras assim, mesmo muito bem conseguidas.

2 comentários:

Daniel Silva (Lobinho) disse...

precisamente. consigo muitas vezes traduzir melhor o que sinto usando uma expressao inglesa do que tentar exprimir por palavras...

R. disse...

@Daniel:
Penso que todos o fazemos amiúde. :)