quarta-feira, 4 de novembro de 2009

Tacto e coordenação




Há alguns anos, tantos que é quase precisa uma terceira mão completa para os contar a todos, o Gato teve aulas de condução. Ao volante do já então velho Fiat e acompanhado do pouco paciente instrutor cuja recordação mais forte é a do cheiro do SG Filtro, lá aprendeu a manobrar as latas mecânicas para que estas o levassem onde queria.


De solavancos, esquecimentos, asneiras e roncos despropositados do motor foram as primeiras aulas recheadas. Descrever uma simples curva era um pico de adrenalina numa confusão de gestos entre sinais, volante, espelhos, transmissão, indicações, alavancas, travões, linhas, pedais e o mais que viesse. Qualquer indicação dada com menos de 40 metros de antecedência era um prelúdio para o desastre.


E, com o correr das aulas, o tacto e a coordenação para a tarefa lá se foram aconchegando nos neurónios que, à custa de treino e sinapses com boa faísca, acabaram habituadinhos a manobrar a engenhoca com desembaraço e suavidade.


Assim têm sido as aulas de dança. A rigidez de movimentos, o desatino dos passos e a percepção atabalhoada das instruções vão dando lugar, devagarinho, devagarinho, a gestos que fluem um nadinha melhor no dia seguinte. E também aqui é preciso guiar:


-- O homem é que conduz a dança! - repete o professor - Mulheres, já sabem! Se houver asneira a culpa é sempre sempre deles!


Muitas almas gostariam de ver isto aplicado no alcatrão, desconfio. Valha-nos o comentário da A. no final da aula que, à falta de rapazes suficientes, teve de dançar como se fosse um:


-- É muito complicado ser-se homem!


E foi por hora e meia mal medida, minha amiga. Imagina uma vida... ;)

14 comentários:

A Senhora disse...

Ah... Uma vida inteira seria fácil! Já estaria acostumadinho a isso! :)))

beijocas

R. disse...

@A Senhora:

Essa é a desculpa habitual para não fazer uma tarefa chata deixando que outra pessoa a faça "já que está acostumada e para ela é fácil...".

Beijoca,

R.

Andre Martin disse...

Irresistível parafrasear:

"O homem é o que conduz a lança;
as mulheres todas sabem [que ele tem a lança e elas não]."

"Todos, já sabem: se houver alguma asneira no trânsito, a culpa é sempre delAs!"

A propósito, sobre a imagem do post, pensei que iria perguntar: qual dos 3 carros parados tem a preferencia?
Minha resposta seria: o azul; o carro que vem da direita sempre tem preferencia; portanto, o vermelho deveria esperar o amarelo, que deveria esperar o azul, e o azul poderia passar mas nao sossegado, pois os outros dois podem nao saber disto!

R. disse...

@Andre Martin:

Nem tudo é assim tão simples. Quem sabe se o amarelo não é um táxi? Acabam sempre passando primeiro, não é?!? ;)

R.

TERESA SANTOS disse...

Com que então aulas de dança?! És uma caixinha de surpresas...
Tens um prémio no meu blog, bem giro, por sinal.
Abraço.

R. disse...

@TERESA SANTOS:

Surpresa? Mas qual surpresa? Ora aqui está, com comentário da Teresa e tudo:

http://o-gato-do-castelo.blogspot.com/2009/10/gatinha-danca.html

Irei espreitar o prémio. :)
Abraço,

R.

mf disse...

Tenho a impressão de que, no meu caso, que sou perita em pisar pés, a culpa seria minha. :P

Quanto à complicação: não queiras ser mulher, meu querido... Não queiras mesmo...

;)

TERESA SANTOS disse...

E eu fui espreitar o link e respectivo post.
Pois, pois, já me recordo!
E quem é que acredita nesses teus dotes? E quem é que alguma vez pensou que esse "projecto" fosse por diante?
Tens a certeza que isto é verdade:
"A rigidez de movimentos, o desatino dos passos e a percepção atabalhoada das instruções vão dando lugar, devagarinho, devagarinho, a gestos que fluem um nadinha melhor no dia seguinte."
Será que fluem? Imagino-te um gatito meio desajeitado, daqueles que sobem a árvore e já não conseguem descê-la.
Abraço e bom fim-de-semana.

Sininho disse...

É, isto de carros é coisa de homens, sim sr. As mulheres deviam manter-se à distancia dum volante mas o engraçado é q qdo um gajo quer vender o carro diz:''sabe..., o carro era da minha esposa, so de casa para o trabalho e do trabalho para casa, supermercado e pouco mais. Portanto está bem estimadinho, como novo.''
Se ser homem é culpar as mulheres de tudo..., então reamente não é nada fácil!, porque os homens tb falham, lol
e nem imagino quando ha gatos no meio, ihihihih
bjinho no 3º pelinho do lado direito dos bigodes e uma festinha entre as orelhas, ihihihih
fica bem :)

R. disse...

@mf:

Agora que até tinhas um boa justificação lá decides tu arcar com as responsabilidades. Já não as tens que chegue?!? ;)

E, fica sabendo, a última linha do "post" foi escrita na certeza de que te iria espicaçar. Check! Ehehe!... ;)

R.

R. disse...

@TERESA SANTOS:

Obrigadinho pelo voto de confiança, hã? ;)

R.

R. disse...

@Sininho:

Ó minha querida, leste o post ao contrário: segundo o professor de dança, os homens é que têm sempre a culpa de tudo. Se calhar tinhas o monitor de pernas para o ar... ;)

Quanto às festas entre as orelhas, agradeço! :)

R.

mf disse...

‘Tás a sair das cascas, ‘tás, ‘tás…

R. disse...

@mf:

Faltou um smiley no fim desse comentário. ;)

R.