quinta-feira, 19 de novembro de 2009

Ironias blogueiras



Ontem, por piada, fui consultar as estatísticas aqui das visitas ao "Castelo".

No início de Outubro houve dois ou três dias muito movimentados que se seguiram a este post ("Gatafunhos de abraços"). Dele consta um gatafunho que (longe eu de imaginar tal coisa!) caiu bem no gosto da comunidade. Já encontrei o meu próprio desenho em toneladas de blogs por aí fora. O número anormalmente grande de visitas atribuo-o às menções que foram sendo feitas em boa parte dos blogues da origem do desenhinho, incluindo citações da mensagem original . Ó para o gatafunho:
No fim de Outubro tive também um dia em que o número de visitas foi completamente pulverizado, superando o dobro do maior pico até então. Foi o dia deste post ("Reflexão sobre uns vídeos ou aquilo em que a atenção do Gato ferra"). Pico enorme, restrito a um único dia.

Ora, neste caso o fenómeno parece-me claramente diferente do anterior - não me parece que tenham passado palavra de boca em boca (ou de blog em blog) do assunto. Acontece que o post estava "decorado" pela imagem abaixo, imagem essa que aparece (em miniatura) na lista de blogs seguidos em muitos sítios.

Estou em crer que a figura da menina sensual saíndo do televisor atraiu muitos visitantes de outros blogs aqui ao "Castelo". E, para quem de facto leu o post o facto é de suprema, suprema ironia.




Irónico também é eu dar muitíssimo mais valor à palavra escrita, usando a imagem apenas para conferir ligeireza gráfica ao "Castelo" e, ao fim e ao cabo, é a imagem que tem o maior impacto.

Mas, estou certo, os habituées deste tasco não é por causa das imagens que vêm cá tomar chá e bolachas.





15 comentários:

TERESA SANTOS disse...

Não sei se foi a imagem, mas penso que não. Claro, se tiveres uma imagem apelativa o impacto é muito maior.
Queres melhor exemplo do que o que a receptividade que o teu "gatafunho" teve?
E para que recordes, aqui fica o postado por ti em resposta ao meu comentário.


"Serão opções assim tão raras para serem consideradas "obras"? E se fosse uma reflexão nos mesmos moldes de uma mulher acerca dos homens, acharia mais natural ou igualmente estranha? ;)

Claro que isto dá mote a uma discussão com pano para mangas, são perguntas que me ocorreram enquanto escrevia, porque apesar de o texto ser uma reflexão minha sobre eu mesmo (que, apenas por acaso, foi partilhada no blog) a verdade é que de imediato previ que iria originar palavras como as suas. Talvez num outro texto... ;)

O que me interessou foi a tua perspectiva sobre determinados pontos. Não a imagem, de todo.
E, ou muito me engano, ou vais ver, uma vez mais, o pico a subir.

E que venha a prometida discussão.
Abraço.

R. disse...

@TERESA SANTOS:

Fico contente por teres gostado da abordagem ao assunto...

... MAS...

... para isso tiveste que ler. E, para ler, primeiro tiveste que entrar na página, tê-la encontrado de alguma forma.

Ora, se houve um "pico" de visitas registado então é porque muito gente cá chegou - ainda mesmo sem ler, porque só se lê depois de cá chegar!

Se o que estava escrito fosse tão, tão, tão interessante (que não é...) que os visitantes dissessem a alguns amigos e os amigos a outros amigos "Segue este link e lê!" então o pico estaria disperso por vários dias à medida que as pessoas iam cá chegando.

Mas não. O pico foi altíssimo e concentrado num dia só.

Logo, concluo que foi da imagem.

Note-se que eu não escrevo para ter uma legião de seguidores e tops de audiência. Escrevo porque sim, porque me apetece, porque me dá na gana. Mas achei o fenómeno curioso. E, mais do que curioso... irónico! ;)

R.

A Senhora disse...

Foi mais ou menos o que senti no mês de Outubro, com o Halloween, no meu blog.
Assustadora a quantidade de gente que entrava - não por causa do que escrevia, mas pela palavra "bruxa". Depois decaiu, evidente.

Entretanto, a forma como você escreve é suave, gostosa, sem impor idéias, sem se derramar em sentimentalismos, mas questiona, ao mesmo tempo que é sensível as idéias alheias. E ainda toca piano!! :) E dança! :)

beijocas

A Senhora disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
R. disse...

@A Senhora:

Isso, isso... continue elogiando dessa maneira que eu depois não largo a porta ronronando por um pires de leite!

;)

R.

uminuto disse...

como amante das palavras chego ao castelo em busca delas
como amante de imagens encanto-me com os traços que elas oferecem
afinal o que interessa é que a conjugação das duas dê um óptimo resultado final
um beijo

A Senhora disse...

Bom, quem tem o Castelo é você. Eu tenho o Caldeirào. :))

beijocas

Ah, e tirei o comentário duplicado. ;)

R. disse...

@uminuto:

Bem vinda de volta!
Se o resultado final é bom, fico contente. :)

R.

R. disse...

@A Senhora:

Um caldeirão cheio de leite é ainda melhor!!

;)

R.

Marina disse...

Costuma haver cha e bolachas?
A que horas? ;-)

Tenho mesmo de alterar os meus horarios...

R. disse...

@Marina:

Sempre que por cá aparecem. :)

R.

Elisa no blog disse...

Sinceramente, não sei quando meu blog tem mais audiência. Muitas vezes o assunto mais fraco e desinteressante que escrevo é o que tem mais pessoas lendo. Não entendo isso. Na verdade nem entendo porque as pessoas vem ver meu blog, mas agradeço de qualquer forma. Vc por ex veio uma vez respondendo uma pergunta minha. Lembra?

Eu tb ofereço doce e chazinho no meu blog. Que coicidência. Vamos juntar os doces e o café um dia desses?
bj

R. disse...

@Elisa no blog:

Oi! Pois, às vezes temos destas surpresas. Eu gosto de passar de vez em quando no seu blog, Elisa. Está escrito sempre com muita simplicidade e muito carinho. E um dia destes haveremos então de oferecer chá e bolachas a todos. Arigato gozaimasu!

R.

Sininho disse...

gosto gosto :)
gosto de ouvir os gatos ;)
lol

jinho

R. disse...

@Sininho:

E eu de ouvir pequenas fadas a distribuir estrelinhas por aí. :)

R.